O que é branding e como ele pode ser decisivo para o seu pequeno negócio


Nos últimos anos o branding tem sido a estratégia da vez nas agências de comunicação e marketing. Não é por menos, já que ele tem se mostrado bastante eficiente no sucesso de uma empresa. Aqui na UpMe! recebemos diariamente solicitações de projetos para melhorar a marca (branding) de ONGs e pequenos negócios. 

Diante de toda a febre que a palavra traz consigo, é importante entender o que é e o que não é branding! Marcela Brito, Coordenadora de Planejamento da CRIA, empresa júnior de Comunicação da UFMG, nos ajuda a desvendar o enigma.

Branding não é o logotipo de uma empresa, não é seu nome, não é seu slogan e nem suas cores principais. Ele é tudo isso junto e mais uma série de ações que visam tornar determinada marca única na cabeça e no coração de seus consumidores. Ou seja, o branding é todo o trabalho de gestão dessa marca, desde sua identidade visual até ações de marketing em redes sociais, promoções e a maneira como essa marca se posiciona.


Como o branding é construído?

 


Ele é construído com base no estudo e identificação detalhada do público e na visão que o empreendedor quer para o negócio. A partir desses dois pontos o trabalho de gestão começa, todas as ações devem se basear nesses dois pilares para que a marca seja coerente e sua identidade e valores fiquem bem “amarrados”.

  • Identidade visual condizente 

O branding não é só a imagem de uma empresa. Mas não quer dizer que ela não seja importante. 

Cada parte da sua identidade (nome, logotipo, slogan e cores) deve ser reforçada entre si. Veja o exemplo que Marcela usa: Uma loja chamada Orquídea, que tem o slogan: “você bonita como uma flor”, precisa ter um logotipo que remeta a orquídea ou a flores. Isso amarra todo o conceito por trás de seu DNA, deixando a identidade mais forte.

  • Cumprindo as promessas

A construção de uma marca forte é consequência de um relacionamento satisfatório com seus consumidores. A gestão dela está relacionada com a criação e a manutenção da confiança com eles, o que implica o cumprimento de promessas. As melhores marcas, as de maior sucesso são as que conseguem ser coerentes. Cada ação que elas fazem servem para reforçar todo o conceito por trás de seu surgimento. 

Se um dos valores do seu negócio é qualidade, entregue-a no atendimento, no produto e no estabelecimento. É importante que eles estejam em todos os pontos que tangem o relacionamento com seu público.


Branding como chave de sucesso para pequenas empresas


Engana-se quem acha que branding é apenas para grandes companhias como a Coca-Cola, por exemplo. O sucesso é para empresas de todos os tamanhos!

“Um pequeno restaurante que se define como aconchegante e caseiro, e que de fato entrega isso tanto na comida, como no atendimento e na decoração é suficiente para criar um carinho especial na cabeça do cliente, fazê-lo voltar mais vezes e ainda recomendar aos amigos. Tudo isso apenas por ter entregado o que o negócio propõe’, diz Marcela

É claro que a construção do branding de uma marca é algo um pouco mais complexo do que nesse exemplo. Portanto, será necessário a ajuda de experts de administração ou marketing. Os quais são responsáveis por formular planos de negócios voltados para a estratégia e comunicação de uma empresa. 

Um posicionamento que vem se mostrando efetivo para micro e pequenos empresários é: posicionar-se como tal. Com o crescimento da valorização do rústico e da simplicidade, posicionar-se como uma empresa pequena tem dado certo em diversos segmentos. Foi observado que o público em geral passou a valorizar mais esse conceito do cuidado, do artesanal e da experiência exclusiva. 

Porém, branding é uma estratégia que traz resultados a médio e a longo prazo. Portanto, se uma empresa muda seu posicionamento, por exemplo, vai levar um tempo até que essa nova postura seja atribuída ao seu DNA e os clientes comecem a vê-lo de forma natural.


Não tenho dinheiro para uma consultoria de branding, e agora?


A saída  pode ser mais simples (e barata) do que você imagina! 

Dá uma olhadinha nesse depoimento da arquiteta Lígia Estriga, que através da UpMe! encontrou uma turma de branding da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) para ajudá-la a reformular sua marca:



Já pensou em pedir ajuda aos universitários? Para construir um portfólio e pôr em prática o que aprenderam na faculdade, os universitários têm ajudado empresas a crescerem!

A empresa recebe consultoria qualificada e eles ganham experiência e conhecimento de mercado. Para saber mais sobre essa iniciativa que tem transformado a realidade de pequenos empresários Clique aqui!

Veja ta mbém