TCC startup: onda de empreendedorismo vem tomando as universidades


Você já ouviu falar do TCC startup? Bom, se você é um universitário provavelmente já ouviu falar nem que seja do TCC. Mas já pensou em juntar esse trabalho obrigatório (e muitas vezes sem uma aplicação real) com empreendedorismo? Dar um propósito a ele, impactar a sociedade, a economia e sua própria vida? Vem ler mais sobre isso!

Ao final do curso de graduação, os alunos precisam entregar o famigerado Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), foi aí que Geraldo Campos, coordenador do núcleo de empreendedorismo da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), teve a ideia de criar o TCC startup. O programa tem o objetivo de fomentar a cultura empreendedora entre os alunos da graduação. Com ele, “o estudante consegue fazer a conexão entre a academia, o mercado e a sociedade, aplicando seu conhecimento em um ambiente real”, diz Campos, em entrevista ao site Valor.

Ele conta que tomou essa iniciativa pois se sentia incomodado de ver os alunos se dedicando um, dois anos em pesquisas de um tema do qual (provavelmente) gostava, e depois ver esses trabalhos acabarem em uma biblioteca, não fazia sentido ver tantas ideias não serem colocadas em prática. 


Outros exemplos da educação empreendedora nas universidades


O Startup One é uma iniciativa da faculdade paulista Fiap, lá os alunos são desafiados a criarem sua própria startup. Eles passam pelo processo de pré aceleração, validação do plano de negócios e do potencial de escalabilidade, validação do protótipo e a preparação do pitch. Ao final, ao invés de entregarem uma monografia, eles apresentam seu projeto para uma banca composta por aceleradoras, incubadoras e investidores anjo.




Há também o projeto Sonho Grande, que acontece no Centro Universitário de Patos de Minas (Unipam). Ele visa fomentar o protagonismo do estudante, só que nesse caso são alunos do primeiro período de Administração. 

Após estudarem casos de sucesso os alunos mergulham nos problemas da comunidade local e planejam projetos para solucioná-los. “O empreendedorismo transforma o mundo dos negócios com ideias rentáveis que resolvem grandes dores das comunidades”, diz Paula Teixeira Silva Reis, coordenadora do centro de empreendedorismo e aceleração de negócios do Unipam.

Outro programa é o Academic Working Capital (AWC), uma parceria da Universidade de São Paulo com o Instituto TIM. Eles oferecem apoio financeiro para os alunos construírem os protótipos do TCC da maneira como foram concebidos. E isso evita os “improvisos”, que são comuns quando é o aluno quem tem que pagar pelo material. 

Diferentemente dos projetos acima, o programa Empreenda. Em Ação! não tem ligação com apenas uma IES, e sim com várias! O movimento objetiva unir as instituições de ensino com o mercado, levando ideias inovadoras do ambiente acadêmico para a sociedade. Cada IES participante seleciona 3 projetos de estudantes para representá-la, esses projetos receberão suporte da instituição e de parcerias (incubadoras e etc.). A última etapa consiste em revelar os melhores projetos e conta também com uma rodada de investimentos – visando tornar viável os negócios finalistas.


Quais os benefícios de iniciativas como o TCC startup e porque elas são tão positivas?


  • Para os estudantes

Eles recebem mentoria de professores de laboratórios de inovação, empreendedores e gestores – o que possibilita a criação de uma rede de contatos; Aprendem a identificar uma oportunidade, planejá-la e validá-la no mercado; Entram em contato com investidores; No programa AWC, os melhores projetos concorrem ao curso intensivo na Babson College, considerada uma das melhores escolas de empreendedores do mundo.

  • Para a sociedade

Trazer benefícios para a sociedade já é o mote do programa Sonho Grande, mas além disso, nos demais programas, os alunos têm a chance de criarem empresas de verdade – como já aconteceu. E não há dúvida que o crescimento da sociedade tem, como premissa, a criação de trabalho e renda. Portanto, a criação de novas empresas é um elemento chave. 


Essas iniciativas, além de inspiradoras, mostram a importância do estudante colocar a mão na massa! Ainda que alguns dos TCCs não se concretizem como empresas, só o processo pelo qual os estudantes passam já rende um tremendo conhecimento prático, além de insumo para projetos futuros.

O TCC startup é uma das formas que o universitário tem de impactar a sociedade durante o ensino superior. É preciso otimizar nosso tempo na faculdade e gastá-lo com coisas que tenham aplicabilidade no mundo real. 

Nesse contexto surgiu a UpMe! – uma plataforma que conecta universitários com demandas reais de mercado. Para que, assim como nos projetos citados, um trabalho de disciplina tenha uma finalidade mais prática e que impacte a sociedade de alguma forma. 

Quer saber mais sobre nós? Assista esse vídeo:






Veja ta mbém